(Page 2)

  • Principais agravantes de um seguro moto

    Quem vive de perto o mundo das duas rodas sabe bem o quão difícil é conseguir um bom seguro moto a um preço justo. As ofertas no mercado são bastante reduzidas e das que existem pouco ou nada se retira, havendo demasiadas limitações ao nível das coberturas possíveis e ainda mais quando se fala em protecções adicionais. Embora o Governo tenha implementado a famigerada “Leia das 125”, estimulando assim o sector motorizado, a verdade é que subsistem grandes entraves para a subscrição dos seguros específicos para motociclos. Porém, o menor atractivo continua a ser a quantia exigida pelas seguradoras nas apólices, que chegam a ter valores 20 a 30 por cento superiores a um prémio básico comum do ramo automóvel. Ainda que para cada caso as importâncias sejam naturalmente diferentes, variando muito consoante a moto sobre a qual se pretende realizar o seguro, há determinados aspectos que as empresas concessoras […]

     
  • Seguro moto em Portugal: Missão Impossível

    Um estudo divulgado recentemente pela Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores (DECO) às condições das apólices para veículos de duas rodas vem comprovar o que já se tinha como certo: as empresas exigem o cumprimento de inúmeros pressupostos para aprovarem os seguros e os entraves colocados são substancialmente mais do que os prescritos para os restantes veículos. De acordo com os resultados da DECO, somente três das 12 seguradoras nas quais aquela entidade fez simulações propuseram contratos «aceitáveis», no sentido não serem impostas normas excessivamente limitadoras. Contudo, o dado mais grave a reter diz respeito ao facto de apenas ser oferecido o seguro obrigatório por lei, sendo (praticamente) inexistente a possibilidade de aderir a algum que contemple a cobertura contra danos próprios, facultativo e por isso mesmo não considerado pelas empresas a actuarem neste segmento em Portugal. Embora das 15 entidades inicialmente contactadas pela DECO, oito tenham afirmado que […]

     
  • Seguro Já Motos (Oney)

    As novas orientações das seguradoras para apostar no sector dos veículos motorizados já se faz sentir e foi nesse contexto que recentemente surgiu mais uma alternativa deste segmento das apólices, neste caso por parte Oney, cujo volume de negócio em Portugal tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. Denominado de Seguro Já Moto e desenvolvido em parceria com a AXA, esta opção apresenta uma grande variedade de coberturas, colocando à disposição dos clientes um leque considerável de pacotes passíveis de personalizar à medida das necessidades ou pretensões de cada um, estando encarnadas nas modalidades de Pack I, Pack II e Pack Danos Próprios Ciclo. Pack I – Responsabilidade Civil A cobertura base do presente seguro inclui responsabilidade civil obrigatória, assistência em viagem, protecção jurídica, protecção de todos os ocupantes com abrangência em caso de morte ou invalidez permanente e despesas de tratamento. Em termos absolutos, o máximo retribuído é de 600 […]

     
  • Simulação de seguro: o que ter em conta?

    A entrada em vigor da Lei das 125 fez aumentar a venda de motociclos em mais de 30 por cento, o que levou as seguradoras a terem de considerar remodelar as suas regras de concessão de seguros a estes veículos, tornando os critérios mais flexíveis. Assim, o que há alguns anos a esta parte era uma tarefa quase impossível – comprar um seguro moto – acaba de ficar mais simples, ainda que isso signifique que tenha ficado muito mais barato. Hoje em dia, já mais de uma dezena de entidades têm seguros de motos próprios, com vantagens e desvantagens que devem ser pesadas, até porque face à concorrência instalada, quem ganha é o consumidor. Mas para isso há que averiguar o mercado. Por isso, vale a pena realizar o máximo de simulações possíveis, de forma a que se consiga obter o melhor preço pelas coberturas que se pretendem contratar. O […]

     
  • Quanto custa um seguro moto?

    Não é novidade que fazer um seguro para um motociclo fica dispendioso, além de que é uma “missão quase impossível” – opinião da própria DECO. Apesar disso, com alguma persistência poder-se-á conseguir alcançar esse intento, desde que se não se desista às primeiras respostas negativas e se possua o dom da perseverança. Se encontrar uma seguradora hoje em dia é difícil, essa tarefa já foi bastante mais complicada. Actualmente é relativamente mais simples – não que seja imediato ou feito (quase) sem esforço – devido à entrada em vigor da denominada Lei das 125, instituída há oito meses atrás pelo Governo. Esta norma nacional habilita todos os automobilistas a conduzir motociclos até 125 centímetros cúbicos (cc), sem que estes tenham de realizar e aprovar no exame de condução deste veículo. O novo estatuto do condutor deu mesmo um impulso de mais de 30 por cento nas vendas de motociclos, ciclomotores […]

     
 

Produtos Recomendados